Exposição no Recife dá protagonismo aos moldes de roupas

sem-modos-exposicao

Os artistas Aprígio Fonseca e Eudes Mota fizeram dos moldes de roupas, mais do que itens indispensáveis no ateliê. Saiba tudo sobre a exposição aqui!

O molde de roupa é um elemento essencial na costura. É ele que dá forma e vida ao que vai se tornar posteriormente um belo vestido, calça, camisa e tantas outras peças feitas sob medida. Mas e se a gente pudesse fazer da modelagem algo além de sua função? Foi esta a principal indagação dos artistas plásticos pernambucanos Aprígio Fonseca e Eudes Mota, que desde o início do mês de novembro montaram a exposição “Sem Modos, que coloca os moldes de roupa em posição de destaque num cenário bem diferente do tradicional ateliê.

Desconstruindo diferentes moldes de roupas

Os artistas Aprígio Fonseca e Eudes Mota nunca tiveram muita intimidade com o mundo da costura. Nunca costuraram e nem fizeram moldes de roupa de fato. No entanto, o ofício era algo que sempre estava ali presente por meio dos pequenos trabalhos que as mulheres da família de ambos realizavam e que passavam de geração para geração.

moldes-de-roupas-exposicao

Este ofício, onipresente na vida dos artistas plásticos, fez gerar algumas indagações nos artistas que tentavam extrair algum tipo de informação a mais de tanta geometria e linhas indecifráveis para os mais leigos. Assim, os moldes de roupas se tornaram base para uma intervenção artística maior e com a utilização de diferentes materiais e técnicas. Moldes de roupas estes, da esposa de Aprígio Fonseca, que usava as modelagens na década de 1990 e que, sem pretensões, contribuiu para a ressignificação artística produzida pelo marido.

exposicao-sem-modos

Assim surgiu a exposição ‘Sem Modos’. O nome não significa obviamente um desrespeito aos moldes de roupa, mas quer que o espectador faça uma reflexão sobre esta desconstrução realizada pelos artistas, que usaram os tradicionais papéis de modelagem para outra finalidade, não respeitando a funcionalidade deles.

Leia Também:
Como ampliar molde de roupa com o Corte de Ouro

Por meio de pinturas, colagens, aplicações em tecidos e utilização de vidros e cubos, os artistas plásticos criaram um espaço onde os moldes de roupas não são simplesmente moldes de roupas. Eles se tornam a peça-chave para algo maior, cheio de significados – e com múltiplas interpretações.

exposicao-aprígio fonseca-e-eudes-mota

moldes-de-roupas

No entanto, mesmo sendo criadas de forma individual e mesclando os moldes de roupas com diferentes tipos de técnicas artísticas, as obras dialogam entre si – muito devido ao mesmo material-base utilizado.

Sobre os artistas plásticos

Amigos há mais de 30 anos, Fonseca e Mota se conheceram em São Paulo. No entanto, o destino de ambos tomou um rumo diferente ainda nesta época, quando Aprígio Fonseca permaneceu em São Paulo e Eudes Mota voltou para Pernambuco. Mesmo distantes, os artistas mantinham contato por meio de redes sociais e nutriam a vontade de expor algum projeto em conjunto – assim nasceu o ‘Sem Modos’.

exposicao-de-moldes-de-roupas

Para quem se interessou e quer conferir a exposição de pertinho, confira o local e horário de abertura da galeria abaixo. Vale lembrar que mesmo quem nunca teve contato com a costura e modelagem, pode ter contato com os moldes de roupas – dessa vez de uma forma diferente, cheio de significados e ‘Sem Modos’.

Exposição ‘Sem Modos’
De 9 de novembro a 23 de dezembro
Arte Plural Galeria – Rua da Moeda, 140, Bairro do Recife.
Entrada gratuita
Informações: (81) 3424-4431

Imagens: Eventos no Brasil, Folha PE.
Com informações de Folha PE, NE10.