Por dentro da história das máquinas de costura

maquina-de-costura-origem
Nem sempre o equipamento queridinho do ateliê foi assim como a gente conhece. Saiba a história das máquinas de costura e se surpreenda com as inovações!

Protagonista de qualquer ateliê de moda, a máquina de costura foi uma das tecnologias que mais evoluiu com o passar dos anos. Mas, nem sempre ela foi assim como conhecemos hoje, e muito menos apresentava tantas tecnologias que fazem dela um equipamento moderno e que otimiza a produção de roupas. Até chegar a este patamar, muita gente teve que trabalhar e pensar em alternativas para que ela se tornasse eficiente. Por isso, neste post, a gente conta um pouquinho sobre a história das máquinas de costura e como elas conseguiram se manter tão atuais e necessárias ao longo dos anos. Confira!

A história das máquinas de costura começa na Europa

Muitos historiadores são unânimes em afirmar que a primeira máquina de costura nasceu em Londres pelas mãos do inglês Thomas Saint, em 1790. O equipamento, claro, não era nada parecido com o que conhecemos hoje, mas nascia ali o funcionamento que daria origem a toda a evolução dela, sendo o pontapé inicial para tudo o que vinha surgir daí pra frente. Vale lembrar que esta inovação nada mais era que a adaptação da patente de Charles Weisenthal, feita em 1755.

primeiras-maquinas-de-costura

À esquerda, modelos de máquina de costura criado por Thomas Saint. Na sequência protótipo produzido por Barthelemy Thimonnier.

Leia também:
5 problemas e 5 soluções para sua máquina de costura
Jovens criam máquina de costura para deficientes e podem vencer competição

Modelos de máquina de costura surgiram na Alemanha, Áustria, França e o conceito do equipamento atravessou o oceano e chegou à América. Aqui, atribui-se a John Adams Doge e John Knowles, em 1818, o surgimento de uma inovação no qual se podia costurar peças de pequenos comprimentos. O que a gente consegue perceber é que quanto mais o tempo passava, mais as máquinas se aperfeiçoavam e passaram a entender o potencial dela como um dispositivo para fazer roupas em massa e em menos tempo.

maquina-de-costura-historia

Na França de 1830, por exemplo, a máquina construida por Barthelemy Thimonnier, foi usada para fazer o uniforme do exército francês e a novidade deu tão certo que em 10 anos o número de máquinas aumentou para 80, causando o descontentamento de alfaiates que se viram de fora desta evolução que tinha como principio a automatização do trabalho. Historiadores apontam, ainda, que estes mesmos alfaiates destruíram todo o máquinário de Thimonnier, que teve que fugir para Londres com uma única máquina que restou.

historia-das-maquinas-de-costura

Já na América de 1846, Elias Howe, um fazendeiro de Massachusetts, criou um protótipo com mecanismos parecidos com o que conhecemos hoje, no entanto, o que este inventor não esperava é que outras réplicas usando o mesmo mecanismo começaram a pipocar por diversos locais dos Estados Unidos. Agora, ganhava esta corrida quem tivesse as melhores táticas de venda e conseguisse conquistar o consumidor pela qualidade. Howe terminou seus dias como milionário, mas ao lado dele também tinha Issac Singer.

primeira-maquina-de-costura-singer

Isaac Singer não estava para brincadeira quando adaptou a sua versão de máquina de costura. Ficou milionário e sua marca é conhecida até hoje.

Sim, não é à toa que a Singer é conhecida até hoje. A marca se tornou referência e pioneira na comercialização e distribuição do produto para o mercado. Em 1850, a empresa construiu uma máquina no qual a agulha se movia por meio de um pedal – uma verdadeira inovação em meio a equipamentos que tinham o funcionamento por meio de uma manivela.

Estima-se que de 1844 a 1850 mais de 95 mil máquinas de costura foram vendidas. Achou muito? Depois das inovações trazidas por Howe e Singer, mais de 45 mil equipamentos foram comercializados só em 1859. Pronto, o sucesso da máquina de costura estava validado e, desde então, ela se tornou a queridinha das indústrias e das donas de casa.

origem-da-maquina-de-costura

Atualmente, como você deve bem saber, existem os modelos elétricos, portáteis e até mini máquinas de costura que funcionam à pilha. Outras ainda, abusam da digitalização e praticamente costuram e bordam sozinhas. No entanto, quanto mais inovadoras e cheias de funções, mais caras elas custam, infelizmente. Mas vale ficar de olho, pois estas tecnologias barateiam e a chance de você ter uma máquina de costura bem moderna em casa está cada vez mais perto.

historia-da-maquina-de-costura

Agora deixe aqui nos comentários o que você acha de toda a história das máquinas de costura trazidas aqui. Queremos saber sua opinião! Ah, e não se esqueça de compartilhar o conteúdo com seus amigos também, claro!

Com informações de Blog Costure Bem, Ismacs, Thought, Ny Times.
Imagens: Sew 4 Home, The Spruce, Barthelemy Thimonnier sewing, Warehouse, On The Cutting Table, Worn Through, History Today 13 Artifact Database Wiki – Fandom Wikipedia, Science4Fun.