Existem homens costureiros? A ligação entre homens, máquinas e agulhas!

homens-costureiros

Os homens no mercado de corte e costura

O mercado da moda, corte e costura cresce a cada dia mais, com isso aumentou a procura de cursos e empregos nesse ramo. O mundo da moda sempre foi conhecido como um mercado feminino, mas o que muita gente não sabe, é que muitos homens costuram. Infelizmente, ainda existe preconceito com homens que costuram ou querem aprender a costurar.

Nós do Armarinhos Web, somos contra qualquer tipo de preconceito e acreditamos que independente de sua idade ou sexo, qualquer pessoa disposta a aprender, pode e deve costurar! Para o espanto de alguns, boa parte do nosso público é masculino e a cada dia eles ganham mais visibilidade na profissão de costureiro.

homens-que-costuram

O atelier de costura de João..

Aos 47 anos, o costureiro João Arno conta que costura desde os 15 anos. A profissão foi herdada da mãe, junto com o carinho e amor pelas máquinas e agulhas. Começou a costurar por dificuldades financeiras da família. Tinha que escolher entre trabalhar em loja ou costurar. E adivinha? Escolheu as máquinas e os tecidos! Arrependimento? Nenhum!

João conta que o prazer de fazer o que gosta, vale muito mais que o retorno financeiro. Passou anos costurando jaquetas, já costurou para várias peças de teatro, fez uniformes para empresas, e agora gosta de atuar na decoração, fazendo cortinas e reformas de sofás.

A decoração do atelier de costura do João deixa claro os seus gostos. Surfista desde pequeno, as decorações de prancha e seu manequim de sereia deixam evidente suas duas paixões: Surf e costura!

Homens-que-costuram-matéria

Os sonhos costureiros de Bruno…

Bruno Davedovicz, 24 anos, estuda moda na instituição de ensino Senai-PR. Bruno nos conta que ainda sente muito preconceito sobre os homens no mercado da moda e corte e costura, mas que isso não o fez desistir de seu sonho: criar uma marca de tênis.

Para o costureiro Bruno, os homens trazem um olhar diferente para o mercado da moda e corte e costura. Para ele, fazer o que gostaria de vestir, criar roupas e inventar acessórios masculinos com olhos de consumidor faz toda a diferença.

Quando Bruno decidiu que queria entrar para o curso de moda, não recebeu apoio da família e dos amigos. Ambos diziam para ele fazer outra coisa. Agora a história mudou! A família de Bruno o apoia muito na costura, e com muita alegria ele diz que “apesar do preconceito se deve persistir nos sonhos“.

homens-costureiros-matéria

Foto retirada do Instagram do Bruno

O preconceito…

Nós já falamos sobre homens que costuram, mas mesmo que o preconceito tenha diminuído um pouco, sabemos que ele ainda existe. Então significa que precisamos falar sempre mais sobre os criativos homens costureiros

João Arno por exemplo, conta que onde mais notou que havia preconceito foi na hora de procurar emprego. Muitas confecções o rejeitaram sem ao menos marcar uma entrevista, só pelo fato de ser homem. Já o Bruno afirmou que o maior preconceito vem dos próprios conhecidos.

Grandes nomes masculinos no mercado da moda e corte e costura

Homens em máquinas de costura ainda são vistos como algo fora do normal, mas precisamos abrir os olhos e ver que temos grandes conquistas masculinas no mercado da moda e corte e costura como o francês:

  • Christian Dior, dono de uma das maiores e mais famosas empresas de vestuário da moda mundial;
  • Valentino Garavani, que também está entre as grifes mais famosas do mundo.

Rapazes, afiem as tesouras que vocês estão apenas começando!